Notícias Publicadas

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

FALECIMENTO DE POLICIAL MILITAR DE SERVIÇO

É com extremo pesar que a Polícia Militar do Estado de São Paulo informa que na noite deste domingo (07), o Sd PM Ivan Fernando da Silva Correia, da Força Tática do 51º Batalhão de Polícia Militar Metropolitano, faleceu em atendimento de ocorrência, quando em deslocamento para apoio de ocorrência de furto.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Nesta manhã (02/05/2017), a vida de mais um profissional de Segurança Pública foi ceifada, de forma abrupta, repentina. O Soldado PM 2ª Classe Edivaldo Pedro dos Santos, classificado no Órgão de Apoio e Ensino Superior do Comando de Policiamento do Interior - 6 (Santos), foi brutalmente assassinado, quando saía de sua residência, no município de São Vicente.
O Soldado Edivaldo cursou o módulo básico na Escola Superior de Soldados, 5ª Companhia Escola. Deixa esposa grávida de sete meses. Segundo informações os autores do crime já estão identificados e presos, um deles é menor.

Que Deus conforte a família, amigos e a sociedade do bem que perde um profissional já forjado para servir a sociedade.

 

Nossas mais profundas condolências à família deste herói que tão cedo partiu. Combateu o bom combate, acabou a carreira, guardou a fé, descanse em paz....

Parto para São Vicente.
Vou fazer o que, infelizmente, fiz por quase uma dezena de vezes no tempo em que comandei as regiões de Piracicaba e de Ribeirão Preto: irei assistir o sepultamento de mais um policial militar.
Quarenta e cinco dias depois de assumir o comando da Escola Superior de Soldados (ESSd) tenho a minha primeira perda: o Soldado Edivaldo Pedro dos Santos não era diretamente subordinado a mim, pois frequentava o módulo especifico do Curso Técnico de Polícia Ostensiva no Comando de Policiamento do Interior - 6, em Santos, mas tinha vínculo com a ESSd, quer seja pelo fato de ter estado conosco em Pirituba no semestre anterior, no módulo básico, mas principalmente porque daqui a pouco mais de 20 dias estaria novamente ao nosso lado, no Complexo do Anhembi, quando se formaria e passaria a efetivamente servir e proteger o povo de São Paulo e os brasileiros que aqui vivem ou transitam.
O Soldado Santos foi covardemente assassinado quando saía de sua casa para ir para o quartel se preparar para proteger o cidadão: com sete tiros na cabeça, teve suprimido seus sonhos de ser policial militar e de ser pai e chefe de família, pois deixou uma jovem esposa grávida de 7 meses.
Seus "erros"?
Aponto alguns: o primeiro foi o de ser pobre e não ter recursos financeiros maiores que lhe permitisse habitar mais dignamente. Ele dividia um "barraco" numa favela de São Vicente com a sogra e a esposa. Pagava quatrocentos reais de aluguel: era o que o seu poder aquisitivo lhe permitia. 
Outro "erro": escolheu ser PM e assumiu o risco de fazer parte do grupo social que é seis vezes mais vitimado do que a população normal.
Também "errou" ao escolher o lado do bem, ao defender os valores mais nobres da Instituição a que pertencia e da Sociedade que defenderia em poucos dias.
O Soldado Santos só será lembrado por poucos dias...seu nome deverá ser lembrado nos discursos e textos que serão lidos no próximo dia 25/5, data da formatura daquela que seria a sua Turma.
Depois ele será esquecido, seu nome se transformará em um número e será apenas mais um Soldado Morto.
Algo precisa ser feito....e logo...

Humberto Gouvea Figueiredo
Coronel de Polícia Militar
Comandante da Escola Superior de Soldados

(fonte: Facebook)

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

Os senadores fizeram mais um aceno à insatisfação popular com a classe política, abalada pelas revelações da Operação Lava Jato e delações da Odebrecht.
Foi aprovado por unanimidade na Casa com 75 votos nesta quarta-feira uma Proposta de Emenda à Constituição que prevê o fim da prerrogativa de foro privilegiado para julgamento de parlamentares e membros do Executivo.

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa

A greve é um direito reconhecido (art. 1º e 2º, lei nº 7.783/89), conceituada como a cessação coletiva e voluntária do trabalho realizado por trabalhadores com o propósito de obter direitos ou benefícios, como aumento de salário, melhoria de condições de trabalho ou direitos trabalhistas, ou para evitar a perda de benefícios. Por extensão, pode referir-se à cessação coletiva e voluntária de quaisquer atividades, remuneradas ou não, para protestar contra algo (de conformidade com a "Consolidação das leis do trabalho).

Sobre os Piritubanos

Os Piritubanos surgiu da possibilidade de disponibilizar informações úteis à Sociedade, ao profissionais de Segurança Pública e aos alunos da ESSd - Escola Superior de Soldados . Divulgamos, fatos de interesse geral, agregando parceiros, amigos, pessoas altruístas, que visem uma sociedade justa, solidária e efetiva. Desejamos a você visitante e parceiro uma ótima navegação no Portal Piritubanos...

Temos 75 visitantes e Nenhum membro online

Seja um Piritubano registrado em nosso Site

Se você não é cadastrado aproveite os materiais e recursos criados exclusivamente para membros do site.

Recursos para usuários cadastrados: Chat, Fórum de Discussões, Apostilas Diversas, Departamento Jurídico para Alunos ESSd e diversos outros assuntos de relevância policial.

©2019 Piritubanos. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento Bianca S. Gambaro

Pesquisa

FACEBOOK